Preço da arroba do boi gordo em Goiás avança 4,20% em uma semana, diz IFAG

om as programações de abate ao redor de cinco dias úteis, as referências em Goiás para a arroba do boi gordo e da vaca registraram valorização de 4,20% e 3,12 em relação à semana passada. Segundo as informações do Instituto para o Fortalecimento da Agropecuária de Goiás (IFAG), a média de preços nessa semana foi de R$260,50 e R$251,70 para boi gordo e vaca gorda, respectivamente.

Já no mercado de reposição, os preços seguem a tendência de alta observada na arroba bovina, apresentando aumento em todas as categorias. “Recomenda-se para o pecuarista cautela no planejamento dos negócios para que haja elevação da margem de lucro frente ao elevado preço solicitado pelos compradores”, informou o instituto.

Atualmente, os preços para o nelore macho  de 13 a 24 anos estão precificados ao redor de R$ 2.857,00 por cabeça, enquanto a Nelore Fêmea de 13 a 24 anos está em torno de R$ 2.306,00 por cabeça.

Com o ritmo aquecido das exportações e prolongamento da estiagem no ano passado, manteve a oferta de boiada nas principais regiões produtoras. Além disso, a demanda aquecida de final do ano fez com que os preços da arroba retomassem o cenário de alta.  “Em curto prazo a alta deve permanecer, uma vez que o cenário de oferta seguirá o mesmo até meados de março, quando o boi à pasto começará a surgir em massa”, disse o IFAG.