Indústria ajusta compra de bois diante da competição de aves/suínos

Indústria ajusta compra de bois diante da competição de aves/suínos e carne estabiliza no atacado; ainda tem gado retido

Douglas Coelho – Radar Investimentos – São Paulo-SP

Com mais ofertas de aves e suínos no mercado interno, as indústrias frigoríficas estão ajustando as compras de bois gordos e houve uma queda dos preços no atacado nós últimos trinta dias. Porém, na última semana os preços da carne estão se mantendo mais estáveis.

https://www.youtube.com/watch?v=N6pdJ3OoJ5M

Segundo o analista da Radar Investimentos, Douglas Coelho, desde semana passada os frigoríficos estão limitando as máximas de pagamento, sendo que nesta quarta-feira os negócios começaram a travar. “Os pecuaristas ficaram mais atentos a essas quedas. Hoje, trabalhamos com preços ao redor de R$ 142,00/@ á vista, bruto, no estado de São Paulo”, afirma.

Com a semana curta em função do feriado, a média das escalas de abate no estado está em 3,85 dias úteis. “A próxima semana é mais curta e o produtor não vai querer negociar em plena segunda-feira e vai começar a olhar para o mercado na próxima quarta-feira e o atacado vai buscar por produto para atender a demanda para a comemoração do dias das mães”, ressalta.

Contudo, ainda tem pecuaristas em determinadas regiões que estão mantendo os animais nos pastos em função das boas condições climáticas. “Esse ano tem sido relativamente mais calmo se comparada às outras temporadas, por isso é natural que o pecuarista trabalhe mais cauteloso”, diz o analista.

 

Por: Giovanni Lorenzon e Andressa Simão
Fonte: Notícias Agrícolas