Como vender seu boi gordo com ágio de R$ 23 por arroba

Um dos destaques do Giro do Boi desta quinta, 7, foi entrevista com o administrador, pecuarista e editor da publicação Carta Pecuária, Rogério Goulart, especialista em mercado pecuário. Graças a sua intensa busca por inovação e aproveitamento de oportunidades, o produtor tornou-se referência na atividade e mantém a lucratividade de seus negócios com criatividade e tomadas de decisão arrojadas.

Algumas delas, por exemplo, foi travar em bolsa de valores o preço do boi magro, do boi gordo, milho e até óleo diesel, fazendo que entregasse à indústria neste ano boiadas com lucro de até R$ 23 por arroba.

“É engraçado porque as pessoas acham que tem algum tipo de segredo, mas não tem. É basicamente você estar muito atento ao comércio. São duas coisas: você tem a bolsa, com contratos futuros e contratos de opções para fazer seguro de preço, então a gente utiliza estas duas ferramentas de forma bastante ativa para melhorar a rentabilidade do gado. E a gente também usa como medida o próprio mercado físico. Saber o momento de comprar, o momento de vender. Então você soma estas duas ferramentas, estes dois modelos de negócio”, declarou Goulart ao apresentador Mauro Sérgio Ortega.

O pecuarista aliou esta estratégia de comercialização à sua boa produtividade. Em suas duas propriedades no MS, Goulart produz em média 12 e 16 arrobas por hectare ao ano, números bem superiores à média nacional de 4 @/ha/ano.

Veja a entrevista completa de Rogério Goulart pelo vídeo abaixo: