CEPEA: Indicador volta a fechar acima de R$ 220

Os embarques brasileiros de carne bovina seguem recordes enquanto a oferta de animais prontos para o abate está baixa. Segundo pesquisadores do Cepea, esse cenário mantém os valores da arroba bovina firmes no mercado doméstico. Neste mês, o Indicador do boi gordo CEPEA/B3 (estado de São Paulo, à vista) voltou a fechar na casa dos […]

Os embarques brasileiros de carne bovina seguem recordes enquanto a oferta de animais prontos para o abate está baixa. Segundo pesquisadores do Cepea, esse cenário mantém os valores da arroba bovina firmes no mercado doméstico.

Neste mês, o Indicador do boi gordo CEPEA/B3 (estado de São Paulo, à vista) voltou a fechar na casa dos R$ 220, retornado ao patamar nominal verificado em meados de dezembro de 2019. Nessa quarta-feira, 8, o Indicador fechou a R$ 218,75, ligeira alta de 0,16% na parcial do mês.

No front externo, o dólar valorizado – que mantém a carne brasileira competitiva no mercado internacional – e a crescente e aquecida demanda chinesa resultaram em performance recorde das exportações brasileiras no primeiro semestre deste ano.

Fonte: Cepea.

Por que Bonsmara?

"O aspecto mais importante da criação de gado de corte é sua adaptação a um ambiente específico."

- Prof. Jan Bonsma

Saiba mais sobre a raça Bonsmara e por que ela pode mudar a realidade de sua fazenda.

ddd
logo
Group-2-copy1