Carnaval não levantou o mercado de reposição no Rio de Janeiro

No estado, este clima de marasmo já perdura por semanas. A falta de sustentação para o preço do boi gordo é o principal componente que não favorece o ânimo dos pecuaristas para investir na reposição.

Contudo, se o mercado do boi gordo colaborar, as expectativas de movimentação no mercado para as próximas semanas são positivas. Levando em consideração que as chuvas constantes no estado estão melhorando a qualidade das forragens e favorecendo a capacidade de suporte dos pastos.

Clareando o cenário para o pecuarista que investirá na troca nas próximas semanas, caso o mercado continue com a tendência observada desde o início de 2018, podemos esperar relações de troca menos favoráveis do que as de janeiro.

Na comparação mensal, a cotação da arroba caiu 2,8%, enquanto as categorias de reposição de machos recuaram em média, 0,5%. Ou seja, piora no poder de compra do pecuarista.

A categoria que teve a maior queda na troca foi o bezerro desmamado de [email protected] No início do ano, com a venda de um boi gordo de [email protected] compravam-se 2,45 bezerros, atualmente, nas mesmas condições, compram-se 2,35. Queda de 4,1% no poder de compra.

 

Fonte: Scot Consultoria

Por que Bonsmara?

"O aspecto mais importante da criação de gado de corte é sua adaptação a um ambiente específico."

- Prof. Jan Bonsma

Saiba mais sobre a raça Bonsmara e por que ela pode mudar a realidade de sua fazenda.

ddd
logo
Group-2-copy1