País fatura 47% mais com exportações de carne bovina em novembro

No mês passado os embarques externos renderam US$ 495,4 milhões – ante US$ 336,1 milhões em novembro/2016.

As exportações brasileiras de carne bovina e de frango in natura cresceram no mês de novembro, em volume e em receita, ante igual mês do ano passado. Já os embarques da proteína suína foram menores, na mesma base de comparação, de acordo com dados divulgados nesta sexta-feira, 1, pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC).

O Brasil faturou 47% mais com as exportações de carne bovina in natura em novembro de 2017 ante igual mês de 2016. No mês passado os embarques externos renderam US$ 495,4 milhões – ante US$ 336,1 milhões em novembro/2016. Em quantidade, as vendas externas de carne somaram no mês passado 116,2 mil toneladas, ou 53,29% mais que as 75,8 mil toneladas de novembro do ano passado. O faturamento cresceu mesmo com o preço médio por tonelada ser 3,79% menor, de US$ 4.264,10.

Já ante outubro deste ano, quando o País faturou US$ 503,2 milhões, o faturamento em novembro caiu 1,5%. Em volume, o recuo foi de 2,43%, já que no mês passado o País exportou 119,1 mil toneladas.

No acumulado do ano, de janeiro até novembro, as vendas de carne bovina totalizaram 1,102 milhão de toneladas, ante 972,8 mil toneladas de igual intervalo de 2016 (+13,3%). Já o faturamento ficou em US$ 4,621 bilhões este ano, ante os US$ 3,487 bilhões de janeiro a novembro de 2016, ou 32,5% maior.

 

Fonte: Estadão, resumida e adaptada pela Equipe BeefPoint.

Por que Bonsmara?

"O aspecto mais importante da criação de gado de corte é sua adaptação a um ambiente específico."

- Prof. Jan Bonsma

Saiba mais sobre a raça Bonsmara e por que ela pode mudar a realidade de sua fazenda.

ddd
logo
Group-2-copy1