Uruguai exportou 96.891 bovinos vivos no primeiro semestre do ano

O volume de exportação de gado vivo do Uruguai vinha em um ritmo lento, mas nos últimos meses registou uma recuperação e no primeiro semestre de 2017 fechou com 96.891 cabeças exportadas, principalmente para a Turquia. Somente em junho 24.775 gados foram vendidos em duas remessas, um de 12.814 cabeças e outra de 11.961, de acordo com o Ministério da Pecuária, Agricultura e Pesca (MGAP).

O volume de exportações no primeiro semestre deste ano foi 11,4% inferior ao mesmo período do ano passado, mas 26,6% superior ao de 2015.

Praticamente todos os animais exportados vivos foram enviados para a Turquia. Dos 96.891 gado exportados, apenas 65 foram enviados para outro destino: Brasil.

O Egito reabriu seu mercado para o gado do Uruguai após a visita oficial do presidente Tabaré Vázquez, acompanhado por uma delegação que integrou também o presidente da União de Exportadores de Gado, Alejandro Dutra e pelo presidente da Associação Rural do Uruguai, Pablo Zerbino.

Os operadores das empresas salientou a importância de ter um mercado alternativo e não confiar apenas na Turquia, mas para voltar aos negócios com o Egito não será tão fácil, não só porque o país paga preços mais baixos do que a Turquia, mas principalmente porque não paga em dólares, mas em sua própria moeda e, dada a instabilidade política naquele país, isso pode ser um risco importante.

Fonte: El Observador, traduzida e adaptada pela Equipe BeefPoint.

Deixe sua opinião!

Comentários

Por que Bonsmara?

"O aspecto mais importante da criação de gado de corte é sua adaptação a um ambiente específico."

- Prof. Jan Bonsma

Saiba mais sobre a raça Bonsmara e por que ela pode mudar a realidade de sua fazenda.

Bonsmara-_-Redondo
logo
Group-2-copy1
Menu Bonsmara