Exportações de carne bovina faturam 14% menos em janeiro

Principal importador do produto brasileiro, Hong Kong importou um volume 12,79% menor

Os exportadores brasileiros de carne bovina tiveram um faturamento 14% menor em janeiro, na comparação com o mesmo mês em 2015. O montante foi de US$ 375 milhões, obtido com um volume embarcado de 99,5 mil toneladas, apenas 0,09% a mais que em janeiro do ano passado. Os números foram divulgados, nesta quarta-feira (17/2) pela Associação Brasileira da Indústria Exportadora de Carne Bovina (Abiec).

Principal comprador da carne bovina brasileira, Hong Kong importou 25,942 mil toneladas, um volume 12,79% menor que o de janeiro do ano passado. O faturamento com as vendas para o país caiu 30,75% na mesma comparação, para US$ 90,406 milhões. O Egito foi o segundo principal destino em receita, com US$ 56,130 milhões (17,594 mil toneladas). Em seguida, aparecem União Europeia (US$ 55,550 milhões e 8,825 mil toneladas) e China (US$ 40,649 milhões e 8,88 mil toneladas).

economia-boi-carne-exportacao (Foto: Abiec)

Em nota, a entidade informou que o desempenho do mês passado já era esperado. “Porém, nossa perspectiva para um ano melhor do que 2015 está mantida, pelos novos mercados que foram abertos no ano passado, como China, Iraque e África do Sul, e também os que iniciaremos embarques agora em 2016, como a Arábia Saudita e Estados Unidos”, afirma Antônio Jorge Camardelli, presidente da Abiec.

Ainda conforme a Associação, a carne in natura foi a categoria mais exportada. Em janeiro, gerou faturamento de US$ 304 milhões, com embarque de mais de 77 mil toneladas – um aumento de 5% em volume, comparado com o mesmo período de 2015.

Deixe sua opinião!

Comentários

Por que Bonsmara?

"O aspecto mais importante da criação de gado de corte é sua adaptação a um ambiente específico."

- Prof. Jan Bonsma

Saiba mais sobre a raça Bonsmara e por que ela pode mudar a realidade de sua fazenda.

ddd
logo
Group-2-copy1
Menu Bonsmara