Brasil e Paraguai integram Aliança de Produtores de Carne Bovina

Associação representa pecuaristas responsáveis por metade da produção e 75% da exportação global de carne bovina

O Brasil e o Paraguai são os mais novos membros da Five Nations Beef Alliance (FNBA), que representa pecuaristas responsáveis por metade da produção e por 75% da exportação mundial de carne bovina. A inclusão dos integrantes foi aprovada durante a Conferência Anual da entidade, realizada no México. Os produtores brasileiros serão representados pela Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), que é membro observador da FNBA desde o ano passado, e pela Associação Nacional dos Confinadores (Assocon).

Em nota, o diretor secretário da Acrimat, Francisco Manzi, afirma que a adesão é uma conquista dos produtores brasileiros – que agora terão espaço para negociar soluções para problemas comuns com pecuaristas dos Estados Unidos, Austrália, Canadá, México e Nova Zelândia. “Teremos uma posição mais forte perante o mercado internacional”, diz. Para a Acrimat e a Assocon, integrar a FNBA traz possibilidades para influenciar acordos comerciais internacionais, como a recém-anunciada Parceria Transpacífica (TPP, na sigla em inglês), que inclui todos os países-membros da aliança.

As entidades também esperam poder coordenar ações em fóruns de referência, como o Codex (da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação), a Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) e o comitê SPS da Organização Mundial do Comércio (OMC), sobre medidas sanitárias e fitossanitárias. “É extremamente valioso para nossas negociações internacionais”, define o diretor institucional da Assocon, Márcio Caparroz, também em nota.

Para o presidente da Associação de Produtores de Bovinos e Cordeiros da Nova Zelândia (Beef and Lamb New Zealand), Scott Champion, o Brasil, além de representar a América do Sul, está alinhado com as diretrizes da organização. Segundo ele, o País “realmente capturou a razão das ações da Aliança”, que busca compartilhar ideias, problemas e soluções entre os exportadores, “tentando encontrar maneiras de abordar todos os aspectos globais do setor”.

Deixe sua opinião!

Comentários

Por que Bonsmara?

"O aspecto mais importante da criação de gado de corte é sua adaptação a um ambiente específico."

- Prof. Jan Bonsma

Saiba mais sobre a raça Bonsmara e por que ela pode mudar a realidade de sua fazenda.

Apoio

Menu Bonsmara