Exportações diminuem, porém, 2º semestre é promissor

Abiec diz que fim do embargo dos EUA e da China, mercados estratégicos, vão alargar o comércio internacional

A comemorar o fim dos embargos dos EUA, China e o aceno forte Japão. A lamentar o volume menor de toneladas exportadas e o faturamento. Foram embarcadas 656 mil toneladas no primeiro semestre deste ano, queda de 14% diante de igual período em 2014, e a receita, de US$ 2,7 bilhões em 2015, diminuiu 18%.

Importante: os EUA compraram 83% a mais de carne industrializada (os norte-americanos já importavam o produto industrializado), e o Egito, que adquiriu 28% a mais em volume e o faturamento foi 25% acima.

A queda dos números totais é devido a três grandes mercados: Hong Kong, Rússia e Venezuela. Houve influência do cenário internacional, com crise do petróleo e variações cambiais, que acabaram atingindo diversos setores das exportações brasileiras.

Mesmo com queda no período, o setor de carne bovina espera uma recuperação para o segundo semestre, já que os seis primeiros meses de 2015 foram marcados pelas grandes conquistas – como o fim dos embargos da China, Iraque e África do Sul, e abertura do mercado americano.

China e Estados Unidos eram nossos mercados estratégicos para este ano. Depois de anos de luta do setor, conseguimos reverter essa situação.

Deixe sua opinião!

Comentários

Por que Bonsmara?

"O aspecto mais importante da criação de gado de corte é sua adaptação a um ambiente específico."

- Prof. Jan Bonsma

Saiba mais sobre a raça Bonsmara e por que ela pode mudar a realidade de sua fazenda.

ddd
logo
Group-2-copy1
Menu Bonsmara