Arroba do boi gordo segue pressionada; saiba mais a seguir

De acordo com a consultoria Safras & Mercado, o embargo às exportações brasileiras de carne bovina à China permanecem restringindo o volume de negócios no mercado físico brasileiro e os frigoríficos continuam remanejando seus abates. Novamente foram observadas tentativas de negociações abaixo da referência média, sobretudo em Mato Grosso e Goiás.

Na B3, as cotações dos contratos futuros do boi gordo tiveram um dia de queda e o vencimento mais curto voltou a ficar abaixo de R$ 300 por arroba. O ajuste do vencimento para setembro passou de R$ 300,55 para R$ 296,85, do outubro foi de R$ 305,85 para R$ 302,10 e do novembro foi de R$ 315,30 para R$ 311,30 por arroba.

De acordo com a Receita Federal, a arrecadação de impostos em agosto somou R$ 146,4 bilhões, teve um crescimento real, ou seja, descontado da inflação, de 7,25% e bateu o recorde histórico de toda a série iniciada em 1995. Os dados de arrecadação dos últimos meses sinalizam recuperação econômica consistente.

Em virtude da forte alta das bolsas no exterior, o Ibovespa teve mais um dia de valorização expressiva. Assim sendo, o principal índice de ações da bolsa brasileira avançou 1,59% na comparação diária e ficou cotado aos 114.064 pontos. Enquanto isso, o dólar comercial subiu 0,10% e passou de R$ 5,304 para R$ 5,31.

Abrir
Olá, precisa de alguma informação sobre a raça?